sexta-feira, 2 de maio de 2008

JAVERT DENILSON


Javert Denilson é escritor contista e tem 40 anos. Autorizou a publicação desta entrevista no blog Sociedade Mutuante em abril de 2008.

DESDE QUANDO ESCREVE?
Desde meus 18 anos.


JÁ TRABALHOU EM OUTRA FORMA LITERÁRIA?
Na verdade, comecei a escrever poesias em 1985, influenciado pelos poetas românticos Álvares de Azevedo e Fagundes Varela. Com o tempo comecei a perceber que minha poesia caminhava para a prosa. Escrever contos para mim é mais fácil do que escrever poesias.


HÁ QUANTO TEMPO ESCREVE CONTOS?
Acho que desde 1992.


QUAIS SÃO OS SEUS PLANOS FUTUROS?
Em primeiro lugar, lançar meu segundo livro pela editora QUARTOSETOR. Trata-se de uma mini-filosofia de 20 páginas. E num futuro próximo outro livro de contos. Meu primeiro livro foi muito caro. Gastei três mil reais para lançá-lo. Mil reais consegui de uma empresa e o restante entreguei à editora dez cheques pré-datados de duzentos reais. É muito para um assalariado como eu. Mas pelo menos tive um sonho realizado.


QUAL É A SUA FORMAÇÃO?
Sou formado em Letras pela UFMG. Desde quando entrei para a faculdade sempre tive em mente a vontade e o prazer de estudar literatura. Nunca pensei em lecionar.


COMO É SUA RELAÇÃO COM A CULTURA E OS ARTISTAS?
A relação tem sido a melhor possível. Edito (devagar, quase parando) o folheto PERSUASÃO. A convivência com outros artistas é ótima. Freqüento o Centro de Cultura de Belo Horizonte e lá encontro pessoas ligadas a diferentes artes. São escritores, poetas, artistas plásticos, músicos, entre outros.


JÁ MOROU EM OUTRO LUGAR FORA DE BH?
Não. Nasci e sempre vivi em BH.


ATUALMENTE, O QUE FAZ?
Trabalho no escritório de uma empresa de sinalização de trânsito.


JÁ PUBLICOU EM ALGUM VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO?
Fui contemplado com o Prêmio Publicação na Antologia de Literatura Contemporânea “Pleiade” (1995) e na Antologia di Letteratura Contemporanea “Planetaria” (1997), ambas da Edizioni Universum, da cidade de Trento, Itália. Participei do 2º Catálogo da Produção Poética Impressa nos Anos 90, Editora Blocos, Rio de Janeiro/RJ (1997).


ONDE E COMO FOI O LANÇAMENTO DE SEU LIVRO?
Aconteceu no Palácio das Artes, a partir das 20 horas, em conjunto com outros autores: Wilmar Silva lançou ANU (poemas), Anelito de Oliveira, LAMA (poemas) e Luís Eustáquio Soares, PARADOXIAS (romance). Curiosidade: na noite do lançamento teve um “apagão” e a energia só voltou às 21h30!

6 comentários:

Jeffinho disse...

Parabéns amigo poeta e biker.
Jefferson Figueiredo
Varginha-MG

HIBISCUS FLORENCIS disse...

Ô camarada e grande poeta/contista Javert, parabéns!
Continuarei lendo e me deliciando com o que você publicar.
Grande beijo,
Rita de Amorim.

Beto, Valéria e Lucas - Navegantes - SC disse...

Parabéns pela sua entrevista.

Javert Denilson, espero que você realize todos seus sonhos e objetivos da sua vida, você merece continua assim.

Um grande abraço dos seus amigos Mineiros !!!

Anônimo disse...

Muito legal a entrevista, parabéns Javert!!!...Já está ficando famoso heimmm....rsrsrsrsrs...Li o seu primeiro livro, bacana demais; agora aguardo anciosamente pelo lançamento do segundo!!!....Fico muito feliz por saber que mesmo diante de tanta dificuldade de se fazer arte no Brasil, existem pessoas de atitude como vc!!!....

Te desejo todo o sucesso e reconhecimento!!!!....

Beijo no seu coração!!!!!....

Carlinha.

Anônimo disse...

Javert,
Navegar não é preciso, pedalar é preciso. Por estes caminhos poéticos nas gerais nos encontraremos sempre e fazendo o que mais gostamos. Pedalar com os amigos. Parabéns e sucesso.
Abraços, Ronaldo.
www.bikessauros.com.br

RickVilla disse...

Grande Javert!
E eu pedalando ao lado de um Escritor! Que privilégio!!! Olhe sou admirador de artes, literatura, fotografia e música são as preferidas. Tenha até alguns poemas guardados, escritos em momentos de pura inspiração, eu acho.
Parabéns e sucesso nos seus objetivos.